Igualdade

Igualdade

Certa noite estive em um prostibulo, conheci uma jovem garota ao qual por maioria populosa se condiz e intitulam como puta, mais além de sua colocação eu vi uma mulher, a tratei como tal mulher não como uma prostituta mais sim como uma senhorita, pensei por um momento e senti que seu coração bate igual o meu, senti que seu corpo tem calor, cansada por uma noite movimentada, mesmo assim sentimento naquele corpo habitava.
Julgamos as pessoas olhamos pra elas pelo o que fazem ou pelo que elas são mais nunca conhecemos sua historia seu sofrimento e o porquê aquilo elas fazem, as maiorias das pessoas não pensam, são apenas maquinas orgânicas programadas para pagar e serem servidas reclama de suas vidas as chamando de medíocres dizendo que nada elas têm, e de nada dão valor a não serem seus bolsos fartos e seus pagamentos, e quando estão vazios reclamam por não terem nada, esquecem a si mesmo por uma célula de papel, cumprem seus horários e se julgam maiores por suas classes sociais ao que se colocam.
Tenho pena das pessoas comuns, elas não sabem amar e sim só obedecer a ordens de algo ou de quem nem ao menos elas conhecem ou sabem de onde tais ordens vêm.

“Pablo dos Anjos” ex “P.S.A”

Anúncios

Amar é mais

Não hã beleza moldada ou física,
Não há uma beleza notória visualmente,
Não há uma beleza aos seus olhos.

Há uma beleza humana,
Há uma beleza sentida,
Há uma beleza somada.

Ser belo é ser próprio,
Ser belo é ser único,
Ser belo é errado.

Lindo é ser aquilo do mesmo que tu és,
Lindo é ser dor e sangue,
Lindo é ser humanamente orgânico,

Ser humano é ser triste,
Ser humano é ser feliz,
Ser humano é ser humano.

Humano é ser único,
Humano é ser só,
Humano é ser três.

Ser um é ser você,
Ser dois é ser seu próprio amigo,
Ser três e ser amando por alguém,

Seremos um, dois, três, e mais,
Se formos mais de três, seremos família.

“Pablo dos Anjos”

Sem titulo

Somos corpos preenchidos de mentes loucas tentando viver nesse enorme asilo insano chamado terra. “P.S.A.”

Esquecendo o amor

As pessoas não sabem mais amar por de tantos rostos memorizar. “P.S.A.”

Organograma da vida

Oi para mim tudo bem?
Por muito não via assim,
sozinho acompanhado de mim mesmo,
pensando conversando com o meu eu.
Ao conversar com o meu eu percebi
e entendi muitas coisa, imagina só essa
conversa de mim para mim.

O quanto é bom de ser sozinho e o
quanto é ruim ser sozinho?
O bom e que não preciso pedir favores
me viro por mim, e o ruim é não ter
alguem para conversar.

É amigo eu, como nos entedemos bem,
realmente nos compreendemos.
Agora penso como passar isso para as
pessoas do eu mesmo, pensei conversando
comigo mesmo?
Já sei, vou escrever!

Como posso dizer como ser um solitario?
Hum, já sei, começarei assim.

Quando nós percebemos que estamos sozinhos
é que estamos sozinhos e o com quem
conversar e o que fazer?
Realmente temos que ter uma boa inteligencia
e sermos um monologo profissional.
Porque?
Se não sabermos conversar com o nosso
próprio ser, entramos em depressão.

O bom de termos um momento nosso
é pensar-mos no que aconteceu e no
poderia ter acontecido?
Mais se termos um bom raciocinio, logo
nos confortamos e temos a ideia de que
tudo já foi escolhido.
Ai perguntamos, como assim?
Temos duas escolhas cabe a nos escolhermos!
Errado!
Já foi escolhido desde que nos nascemos.
Tudo já nos está premeditado.
Ai as pessoas me fala.
-Cara você é ateu não acredita no mistico.
Mais ai eu respondo.
-A vida já é certa logicamente, já está tudo
pronto desde que nascemos, tudo esta programado
numa logica exata, se vivemos muito ou morremos
logo tudo já foi programado, e estamos vivendo
o que nos ja esta programado, tudo não passa de
relatividade, se deu certo, tinha que dá certo, se
deu errado, tinha que dar errado.

O primordial de ser feliz e ser uma pessoa
conformada, tudo passa.
O tempo passa.
As pessoas passam.
Os carros passam.
O frio passa.
O calor passa.
O dia passa.
A noite passa.
A vida passa.

Tudo é natural se não, não seria tempo,
não seria epoca, não seria vida, seria estática.

Pensa por um minuto.
Ser conformado é saber que tudo deveria
ser como esta sendo e que é impossivel evitar,
pois já aconteceu e de nada adianta tentar corrigir,
pois no máximo só poderá sobrepor sentimentos.

Simplemente a vida é assim.

Nascemos, aprendemos, contestamos e ensinamos,
ou simplesmente só vivemos.

Tudo nos foi automaticamente embutido em nós.
Viver bem conosco mesmo e saber que nada pode
ser modificado e simplesmente já aconteceu, e o
máximo que pode ser feito e nos confortar-mos
a nós mesmo, e mesmo isso já nos foi automaticamente
embutido como zona de conforto pessoal ou não.

P.S.A.

Enveno-me

Enveno-me por coisas enfermas,
mas não enfermas de fisíco
mas enfermas de dor,
dor que não e feita em feridas,
mas dores feitas em palavras má
consebidas, palavras que por obrigação
tu escutas mas não porque fostes forçado,
mas sim porque escutates por seres
ditas do nada, palavras que não se
pode ignorar que porem nunca ira ajudar.

Mais sim enfermizar,
é uma dor que não vem de fora,
mas sim uma que vem de dentro
uma dor que aperta,
que fragela.

Mesmo que não possas escutar
mas o som não e só feito de audição,
e sim e feito de vibração.

Um surdo sofre mais por escutar mais,
não com os ouvidos mais com o coração,
por sentir a pureza da vibração.

O pior de saber de tudo,
é que coração não passa de musculo,
é simplesmente um bem vital, e que os
sentimentos nós guardamos em nossa
cabeça, na grande caixa biologica
misteriosa, que ao mesmo tempo também
eletrônica por natural e por natureza humana,
também temos enérgia não deixamos
de ser maquinas, mais porque essas maquinas
são tão imperfeitas?
Que guarda dor e causa dor.

Quando entedemos e paramos de causar dor,
o pior de tudo é aceitar dor,
não por obrigação,
mais sim por natural de tudo que nos rodeia e
nos tráz por automatico em cenas surpresas.

P.S.A.

Como posso?

Como posso começar?
Se meu começo ja aconteceu
Como posso amar?
Se ja amei e muito doeu
Como posso desejar?
Se meus desejos nunca foram seus
Como posso lembrar?
Se me lembrar doi mais do no seu
Como posso olhar?
Se ti olhar me cala
Como posso falar?
Se quando falo não escuta
Como posso ser seu?
Se nunça fostes minha.

P.S.A.

Citados

Relembro escritos
Descritos em livros
Escritos em recitos
Que vivo recitos
Falando transcritos
Vivendo os recitos
Dizendo já lidos
Em verbos transcritos
Revendo os escritos
Ditos em livros
Recitos ouvidos
De ditos gritados
Em altos berraços
Em vóz de canários
Revelas os fardos
Do mundo em ditados
Escritos em fardos
Revistos em trapos
De todos os lados
Revendo os cacos
Dos restos dos fardos

P.S.A.

Desabafo

Guardados,
enclausurados dentro da caixa de onde falo,
escondidos de tudo pensamentos imundos,
que me afasta do mundo,
os trancafios em mim,
eu meu proprio inimigo impuro e repulso,
amargo a dor relembro o terror,
trancafio esse mau,
o esqueço no obscuro.

P.S.A.

Não mundo

O não mundo seria um tipo de mundo que
nós temos por nosso proprio conceito de paz,
que achamos que isso seria uma solução e
perfeição para todos, sendo que esse mundo
que definimos que seria correto não é o mesmo
tipo de pensamento alheio, por isso definimos
de não mundo, por uma ideia egocentrica
nossa que não se cabe a todos os seres
semelhante a nós, sendo que cada um tem uma
ideia de um mundo perfeito. tornado isso
um não mundo.

P.S.A.

« Older entries